Lodo do 13º Fórum de Governadores da Amazônia

 Notícias

Amapá sedia 13º Fórum de Governadores da Amazônia Legal

Governadores vão debater problemáticas comuns e políticas públicas que podem ser desenvolvidas em conjunto

Governadores vão debater problemáticas comuns e políticas públicas que podem ser desenvolvidas em conjunto

O Amapá vai sediar o encontro da mais importante força-tarefa do Norte do país: o Fórum de Governadores da Amazônia Legal. Nos próximos dias 26 e 27 de janeiro, o governador Waldez Góes vai receber, em Macapá, governantes e gestores de oito estados que, juntamente com o Amapá, compõem a Amazônia Legal: Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins.

Eles vão debater problemáticas comuns e políticas públicas que podem ser desenvolvidas em conjunto para fortalecer o desenvolvimento da Amazônia e cobrar com mais força apoio e ações do Governo Federal.

Esta será a segunda vez que o Estado amapaense sedia o encontro. Em 2009, os governadores reuniram em Macapá pela 6ª vez. Agora, será a 13ª edição do evento que está sendo coordenada diretamente pelo Gabinete Civil do Governo Amapaense.

No dia 26 ocorrem as discussões técnicas entre os secretários estaduais de Meio Ambiente, Educação, Saúde, Segurança Pública, Assistência Social, e gestores Infância e Adolescência. Eles irão se reunir em encontros fechados na Escola de Administração Pública (EAP) e na Residência Oficial do Governo do Amapá.

O secretário amapaense de Meio Ambiente, Marcelo Creão, do núcleo de coordenação do evento, disse que nesta 13ª edição a novidade será o tema Segurança Pública, que ainda não foi tratado em conjunto pelo bloco amazônico. No dia 26 vão reunir os secretários de estado, comandantes das Polícias Militares e delegados gerais de Polícia Civil, além de outros profissionais da Segurança Pública.

“É um tema novo dentro do Fórum, mas um problema que perpassa por todos os estados amazônicos. O governador Waldez já havia conversado com outros governadores da necessidade de se trabalhar este tema mais em conjunto e agora o Amapá está puxando essas discussões”, analisa o secretário.

Já no dia 27, sexta-feira, no Ceta Ecotel, em Fazendinha, os governadores Waldez Góes (AP), Simão Jatene (PA), José Melo (AM), Flávio Dino (MA), Tião Viana (AC), Marcelo Miranda (TO), Pedro Taques (MT), Confúcio Moura (RO), e a governadora Suely Campos (RR) vão se reunir para debater e formatar, a partir das propostas decididas no dia 26, a carta do Amapá. O documento conterá as principais reivindicações e pautas conjuntas dos estados da Amazônia Legal. Ele será encaminhado ao Planalto.

“Os governadores dos nove Estados que compõem a Amazônia Legal estarão em Macapá para avaliar avanços das edições anteriores e estabelecer novas metas para uma agenda conjunta para o desenvolvimento da região amazônica. O fórum de governadores trabalha os indicativos de desenvolvimento para a Amazônia, num formato em que todos os governos e Estados possam ser beneficiados”, avaliou Creão.